Sobre o Atman Consciência & Tantra

Salão Principal do Atman Consciência & Tantra

Salão Principal do Atman Consciência & Tantra

ATMAN,  palavra em sânscrito significa Alma ou sopro vital. No hinduísmo é o princípio humano mais elevado,  nossa essência divina,  o Eu mais profundo sem formas e indivisível,  permanente ,  inalterável,  é o núcleo da nossa consciência.

Pode também ser interpretado como a conexão do Eu com o Universo em sua totalidade. ATMAN Consciência & Tantra é uma Escola e Centro Terapêutico de autoconhecimento, pesquisa e desenvolvimento da sexualidade humana, tendo como base terapêutica o tantra dentro de uma visão sistêmica da condição humana, dando atenção aos importantes processos físicos,  emocionais,  psicológicos,  espirituais e relacionais,  unindo ferramentas terapêuticas de áreas afins das terapias holísticas e psicoterápicas,  sempre respeitando os princípios acolhedores do Caminho da Aceitação e do Amor,  em especial a autotransformação possibilitada pelo Tantra.

No ATMAN Consciência & Tantra, a acolhida poderá ser realizada de forma individual,  com trabalhos de autoconhecimento e cura de disfunções sexuais e emocionais como a massagem tântrica no método Deva Nishok, Taoísta,  Ayurvedica,  Abhyanga,  Psicoterapia Corporal e Holística, Pathwork,  Acupuntura e etc, ou poderá ser realizada em grupos como "O Caminho do Amor",  "Curso Vivencial de Massagem Tântrica",  "Imersão Tântrica", "Evoluir",  "Delerium para casais", ou de "Práticas Tântricas",  nos quais formamos um ambiente terapêutico de amor e cumplicidade.

No ATMAN Consciência & Tantra o indivíduo é visto como agente de sua evolução e transformação, e nosso trabalho nasce de corações que vibram ao unir ferramentas de desenvolvimento pessoal e de autotransformação com os princípios tântricos como caminho de autoconhecimento. A pena do pavão, como símbolo, representa a ligação sobrenatural entre céu e terra facilitando a comunicação entre o Homem e sua Espiritualidade.

Todos os anos, durante o inverno, as penas do majestoso pássaro caem para que durante a primavera novas penas nasçam trazendo a ele o símbolo de renovação, imortalidade e renascimento. O "olho" da pena do pavão, que em sua forma lembra um coração, representa a glândula pineal fazendo dele um símbolo sagrado.